Blog, Marketing Pessoal

Networking Profissional

Escrito por no dia 21/10/2013

networking

Por José Cavalcanti

Em relação à vida profissional, muitas vezes recebo consultas sobre como começar um novo serviço ou uma nova fase. Por mais óbvia que pareça a resposta, a maioria dos profissionais realmente não sabe como tirar proveito de seu networking.

O que você faz com as pessoas que conheceu durante a faculdade? Com antigos colegas e chefes de trabalho? Com as pessoas que conheceu durante cursos ou palestras? Com os cartões que você recebeu dos diversos contatos que fez? Pois é, todas essas pessoas, todos esses contatos deveriam estar relacionados em algum lugar e organizados com nome da pessoa e da empresa em que trabalha, endereços de e-mail, números de telefone e um pequeno resumo de quem é aquela pessoa e de como você a conheceu.

Só que isso é a parte “administrativa” do networking. De nada serve o contato se você não o mantém “aquecido”. Os contatos pessoais, mantemos aquecidos através de informações que colocamos no Facebook e/ou através de encontros regulares em barzinhos, restaurantes, festas. No caso do networking profissional, as pessoas não são “nossos amigos”. Por isso temos que ser amigáveis sem necessariamente sermos amigos, invasivos. Para esses contatos podemos enviar-lhes links de reportagens de interesse comum e profissional, informações sobre palestras e cursos, criação de grupos de discussão sobre assuntos pertinentes ao perfil daqueles profissionais. O LinkedIn é um ótimo ambiente para esse fim, pois reuni vários recursos que permitem administrar os contatos, mantê-los atualizados e envolvidos. Criar um mailing específico é outra forma de fazer isso.

Dá trabalho? Claro que sim! Porém, com certeza, isso irá criar um vínculo com esses profissionais. A barreira do “mundo virtual” precisa ser quebrada nesse caso. Não se esqueça de que um dia você poderá precisar desses contatos para apoiá-lo em uma recolocação, para abrir alguma porta ou simplesmente fornecer informações sobre algum procedimento novo que você precisa implantar. Então a empatia será fundamental. Ninguém gosta das pessoas que só lembram-se da gente num momento de necessidade.

Brincamos tanto dizendo que é importante ter um Q.I. (Quem Indique) no caso de uma vaga ou de uma oportunidade profissional, não é verdade? O Networking é uma relação “Ganha – Ganha” ou “Toma lá, dá cá”. Por isso você deve demonstrar interesse e deve despertar o interesse das pessoas buscando e fornecendo informações. Esteja disponível. Pesquise e leia temas que podem interessar ao grupo. Aproxime e apresente profissionais de perfil complementar. Tenha um grupo de networking diversificado em área de atuação, idade, tipo de empresa, e localização. Mantenha o grupo atualizado sobre o que está fazendo (cursos, projetos, pesquisas), mas lembre-se que isso deve tratar somente de assuntos profissionais. Nunca minta ou “aumente” sobre sua vida profissional.

Os profissionais que você conhece poderão ajuda-lo a construir e a estruturar seu sucesso profissional! Então, cuide bem de seu networking.


SOBRE O COLUNISTA

José Cavalcanti é consultor empresarial especializado em Metodologias e Processos de Gestão e é Coaching certificado pela Corporate Coach U. Agora utiliza este local para passar um pouco da sua experiência de mais de 28 anos. Seu endereço de contato é jscn@terra.com.br

Criado com Area de Membros WP