Blog, Entrevistas

Do Brasil para o mundo – parte 1

Escrito por no dia 08/08/2014
Joana D'Arc no  Yosemite National Park, nos Estados Unidos.

Joana D’Arc no Yosemite National Park, nos Estados Unidos.

Você já pensou em mudar completamente o rumo da sua carreira? Você já sentiu que era o momento de mudar de país para buscar novas oportunidades? A partir de hoje iremos contar um pouco da trajetória de brasileiros que decidiram deixar o país para enfrentar novos desafios no exterior e conquistar o sucesso profissional. A primeira entrevista é Joana D’Arc Barros que saiu de São Paulo para trabalhar numa cidade próxima de Los Angeles, nos Estados Unidos. Confira como foi a mudança e adaptação da brasileira.

Onde você morava no Brasil e qual era sua área de atuação?
Morava em São Paulo, zona Sul, Interlagos, e trabalhava em uma Multinacional como coordenadora de finanças.

Quando você percebeu que era a hora de mudar completamente o foco?
Quando percebi que já não tinha como crescer na empresa, pois já haviam se passado cinco anos. Além de estar completamente exausta com o trânsito de São Paulo, já não estava feliz e por conta de todo o stress tive alguns problemas de saúde. Foi a gota d’agua e decidi realizar o sonho de morar fora do Brasil e aperfeiçoar o meu inglês, Vim pra Califórnia o ano passado , passei cinco meses, fui pra vários lugares, conheci muita gente e em janeiro retornei ao Brasil, mas com a certeza que voltaria para a Califórnia o mais rápido possível.

Como foi a transição do Brasil para o país que você escolheu morar?
Foi tranquilo, pois eu conheci os Estados Unidos em 2010 quando fui promovida e tive a oportunidade de viajar para conhecer a matriz da empresa que fica aqui na Califórnia. Me apaixonei pela a Califórnia desde então. A qualidade de vida é incrível, me sinto totalmente segura. O que não acontecia em São Paulo. Moro numa cidade pequena, cerca de 30 min de Los Angeles, aqui e em todos os lugares que vou sou bem tratada, as pessoas são extremamente educadas e também simpáticas.

A adaptação foi um processo lento?
Não tive nenhum problema de adaptação, foi tudo perfeito. Só sentia falta dos amigos brasileiros, minha família, meus cachorros e de algumas comidas brasileiras.


SOBRE O COLUNISTA

Avatar

Bacharel em Comunicação Social e MBA em Gestão da Comunicação Empresarial. Jornalista com mais de 10 anos de experiência, tendo passado por grandes veículos de circulação nacional. Hoje é o jornalista responsável pela Revista Digital Ponto Pessoal e assessoria de imprensa e comunicação institucional da agência Ponto Pessoal . Perfil LinkedIn http://www.linkedin.com/in/heversonbayer | jornalismo@pontopessoal.com.br

Criado com Area de Membros WP