Blog, Fizeram parte, Vida no Mestrado

Aproveite as oportunidades

Escrito por no dia 18/02/2014

vida-mestrado4

Olá Pessoal, tudo bem?

Como estão seus objetivos para 2014? Todo mundo agora no começo do ano está animado com novas metas e objetivos, porém o grande X da questão é mantê-los em mente durante todo o ano. Não procrastine seus objetivos, mantenha-se firme, porém podemos passar por algumas situações que podem mudar a nossa direção. E aí o que fazer?

No segundo post sobre a Vida no Mestrado (releia AQUI) falei sobre planejamento de carreira e passei uma lição de casa: listar as principais áreas que gostaria de atuar, que cursos que gostaria de fazer, que empresas que gostaria de trabalhar, enfim, uma “lista de desejos” da sua vida profissional. Mas às vezes as coisas não acontecem exatamente como planejamos. De uma hora pra outra acontece uma mudança e temos que nos adaptar a ela.

Abaixo publico a entrevista que realizei com a Prof.ª Andréa Rua Estácio que possui formação em Psicologia, MBA em Gestão de Pessoas, Mestrado em Administração e atualmente além de consultora, completa 10 anos de experiência como professora acadêmica. Nesta entrevista fica bem evidente a questão dos objetivos e as oportunidades que surgem que acabam nos levando a tomar caminhos que nem mesmo havíamos pensado.

Vamos lá?

Como foi se tornar professora? Você tinha planejado isso?
Não tinha planejado me tornar professora, pois trabalhava como Analista de RH. Trabalhei com todas as áreas do meu setor, exceto com folha de pagamento. Um dia minha gerente falou que eu iria substitui-la na faculdade onde ela ministrava aula, e se eu não fosse não precisaria voltar ao trabalho no outro dia. Porém, passada a surpresa inicial acabei indo. Após a aula ela me ligou e perguntou se eu tinha gostado, falei que sim, e na hora ela comentou que estava se deligando da faculdade e que eu seria a nova professora. Comecei no susto e estou até hoje, mas sempre consegui conciliar trabalho com a vida acadêmica.

E por que decidiu fazer o mestrado?
Na época do mestrado fiquei somente com o mestrado e aulas, mas tive que manter algumas consultorias, poucas, mas me mantive ativa. Não planejei muito fazer o mestrado, as coisas foram acontecendo. Senti a necessidade na minha vida profissional, pois precisava conhecer o ambiente da Administração, já que sou formada em Psicologia. Fiz o Mestrado Profissional – já que tinha outras formações e era focado no Administrador de Empresas. Na minha turma tinham farmacêuticos, médicos, pessoas que nunca tiveram contato com a formação em Administração, inclusive eu, uma psicóloga. Quando fiz era realmente para aprender outras funções de Administração, abrindo um leque maior de opções, tanto acadêmico como no trabalho atual.

Como conseguiu conciliar a vida profissional e os estudos?
Era bem difícil porque não tive bolsa e tinha que pagar a mensalidade. Trabalhei mais, dava aula todas as noites e algumas tardes. Conseguia estudar pelas manhãs e aos sábados e domingos. Madrugadas e madrugadas acordadas para cumprir os prazos durante o período da dissertação.

O que você acha da carreira de professor?
Não é nem remuneração, o professor não é valorizado pela figura, pela pessoa. Quando o professor protesta por melhores salários, deveriam estar questionando sobre outros valores, como respeito. Os alunos deveriam valorizar e chamar: esse é meu mestre, além de teoria, está me passando valores de vida. Sinto-me valorizada como pessoa, como professora, mas muitas instituições de forma geral, não valorizam, porém existem instituições menores, menos conhecidas, que são bem organizadas, possuem plano de cargos e salários.  E é nessas que acabamos respondendo pelo sucesso dos seus alunos.

Como você avalia o mercado de trabalho no segmento acadêmico?
Apesar de estar mais tranquila no momento, surgem muitas oportunidades, instituições me procuram, inclusive percebo um aumento na procura para professores nos cursos de tecnólogo. Mas tem muita instituição contratando gente sem experiência acadêmica para baixar o salário. Tem instituições que também contratam doutores ou mestres e pagam salários de especialistas.

Quais as sugestões que poderia dar a seus colegas de profissão?
Em primeiro lugar é preciso amar a profissão e passar ética e valores que muitos deixam para trás. Isso depende da formação, sempre ligado ao que está sendo estudado, como administração ou engenharia, e não é só a qualificação do profissional, mas sim a cumplicidade com os alunos, com o teu papel de agente formador não somente um replicador de conhecimento.
Tem professores que não conseguem sair da “caixinha” simplesmente replicam as aulas. O professor sempre deve estar atualizado e estudar.  O aluno chega e fala: viu a reportagem sobre tal assunto? Você tem que ligar o que acontece na vida real com o que está ensinando. Com exemplos do dia a dia ajudamos os alunos a fixarem o assunto estudado. Eu adoro contar histórias. Elas ajudam a fixar o conteúdo que estou ministrando e, dessa maneira, os alunos sempre replicarão a história e referenciar o que foi dito.

 

Percebe-se que no caso da Andréa que a oportunidade acadêmica “aconteceu” na vida dela. Porém ela soube aproveitar essa oportunidade e tirar proveito disso. Muitas vezes nos fechamos com nossos objetivos, mas temos que estar atentos ao que se passa em volta. Somente experimentando novas situações é que poderemos formar a nossa opinião sobre algo.

Fico por aqui hoje, mas logo trarei mais informações sobre mestrado, vida acadêmica e profissional.


SOBRE O COLUNISTA

Graduada em Administração de Empresas (PUC-PR), MBA em Marketing (ISAE/FGV) e mestranda em Marketing pela UFPR. Profissional com ampla experiência em Planejamento Estratégico e de Marketing com atuação nas áreas de Gerência de Produtos, Marketing Digital, Feiras e Eventos e Sistema de Informações de Mercado. Trabalhou em empresas de grande porte em Santa Catarina e como empresária no segmento de jóias. Instrutora e consultora de planejamento e gestora de projetos. Perfil LinkedIn br.linkedin.com/in/adrianemoskalewicz | adrianemoska@yahoo.com.br

Criado com Area de Membros WP