Blog, Marketing Pessoal, Método Ponto Pessoal

Como saber se o melhor é suficiente para o seu marketing pessoal

Escrito por no dia 07/05/2018

Em rodas de conversas com amigos, inúmeras vezes escuto depoimentos de pessoas que desejam iniciar algo, por em prática algumas ideias que possuem há anos, mas que não o fazem porque focam na perfeição.

Quem nunca adiou projetos por achar que estes não eram bons o suficiente ou ainda não estavam prontos para serem retirados do papel? Como saber se o melhor é suficiente para o seu marketing pessoal?

 

Velhos clichês

“O bom é inimigo do ótimo”.
“É melhor feito do que perfeito”.

Estas são frases conhecidas nossas. Infelizmente poucas são as vezes que as colocamos em prática.

Nestes dias, atendendo a uma cliente, ela me reportou o seguinte: “Mas eu dou o meu melhor e parece que ainda assim não é o suficiente. E aí eu me sinto culpada, porque naquele projeto eu dei o meu melhor e não deu certo.” Na mesma hora me veio à mente a frase de Mo Gawdat, autor do livro “Equação da Felicidade”, que diz: “você nunca é capaz de fazer melhor do que o seu melhor.”

 

Entendendo a frase

Essa frase ecoou na minha mente o dia inteiro quando a li em uma entrevista com Mo Gawdat. Ele completava a frase da seguinte maneira: “Aprendi isso com o meu filho, Ali. Ele nunca se culpava, nunca se estressava acerca de algo quando sabia que tinha dado o seu melhor. Se não tivesse feito o seu melhor, então ele sabia que da próxima vez teria de fazer melhor. Agora se ele tinha dado o seu melhor, ele não se importava.”

 

Essa tal culpa…

Infelizmente a maioria de nós não age com essa atitude. Muitas vezes, mesmo sabendo que demos o nosso melhor, culpamos a nós mesmos por algo não ter dado certo, ou temos atitude semelhante ao lamentarmos e buscarmos um outro culpado pela situação.

 

Pois bem, se demos o nosso melhor e não deu certo ou não funcionou de acordo com nossas expectativas, cabe a nós tomarmos uma decisão: continuarmos nos lamentando, achando que não somos merecedores e bons o bastante, ou pararmos – conscientes que demos o nosso melhor – e avaliarmos que atitudes/ações diferentes podemos tomar para obtermos um resultado diferente.

 

 

Como saber se o seu melhor é suficiente?

A resposta que eu dou é: se você fez o melhor que pode diante de todas as situações possíveis e AINDA não deu certo, Fique tranquilo! Ficar preocupado não vão fazer as coisas mudarem. Devemos deixar a perfeição de lado e confiar mais em nós. AGIR, dar a cara a bater, ousar. Se algo não está dando certo, pare, recalcule a rota e siga em frente. Dê o primeiro passo! Faça com o que você já tem. E siga confiando na pessoa que mais pode lhe ajudar nesse mundo e que você deve amar acima de qualquer coisa: VOCÊ.

 

Caso ao ler esse texto você lembrou daquele amigo(a) que precisa ver isso e que você gostaria de ajudá-lo(a), compartilhe esse texto com ele(a) – aqui ao lado tem os botões de compartilhamento. Há uma grande chance de ele(a) ficar extremamente grato(a).

 

Imagens: Todas as imagens são CC0 Creative Commons do Pixabay

 

Conheça também:

Banner-Adriano-Tadeu-Barbosa-Teste-de-Estilo-960x280


SOBRE O COLUNISTA

Mickaella Queiroz

  • Linkedin
  • Facebook

Embaixadora Ponto Pessoal Fortaleza/CE. Bacharel em Ciências da Computação pela Universidade Estadual Vale do Acaraú com especialização em Engenharia de Software pela Universidade 7 de Setembro. Analista de Tecnologia da Informação em uma empresa pública, com mais de 10 anos de experiência, onde atua no desenvolvimento de aplicações para o Governo Federal. Em 2016, descobriu sua nova vocação na Consultoria de Imagem & Estilo e com isso a importância da autoestima e do empoderamento. Em 2018 iniciou seus estudo em Marketing Pessoal, paixão que nutre desde a adolescência. Atua como Palestrante com participação em eventos como Byte Girl 2017, o maior evento de tecnologia com foco no público feminino do Nordeste, em sua terceira edição. É Colunista na Ponto Pessoal. Um dos seus objetivos é gerar empoderamento através do Marketing Pessoal orientando pessoas a alcançar seus melhores resultados ao traçar estratégias para que elas transmitam todo o potencial de suas marcas pessoais. Seu propósito é incentivar pessoas a acreditar nelas mesmas.

Criado com Area de Membros WP